Autores

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
AULA PARTICULAR DE INFORMÁTICA INICIANTES E 3ª IDADE. Aulas em domicilio e on-line, totalmente práticas. Aprenda Word, Excel, Internet, Enviar e receber e-mail, Facebook, Skype e muito mais. Área de Atendimento:Zona Sul RJ Para confirmar disponibilidade do local e horários entre em contato: 21 96853-2720

Aluguel apto de 1 e 2 quartos temporada Copacabana.

Meus anúncios na OLX

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Estado do Rio desmata em dois anos o equivalente a quase 300 Maracanãs


Embora tenha diminuído o ritmo, o desmatamento da Mata Atlântica no Estado do Rio de Janeiro, entre os anos de 2008 a 2010, ainda representa uma grande perda. No período, o Estado teve 247 hectares desmatados, o equivalente a quase 300 campos do Maracanã – levando em consideração as medidas oficiais deste campo de futebol.

A informação foi divulgada pela Fundação SOS Mata Atlântica em estudo realizado em parceria com o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

A perda da floresta é do tamanho da cidade de Itaguaí, na Baixada Fluminense, (que possui 109.091 habitantes) ou ainda do mesmo tamanho que outros quatro municípios fluminenses juntos - Armação dos Búzios, Belford Roxo, São João do Meriti e Japeri.

O levantamento coloca o Estado do Rio em quarto lugar entre as regiões analisadas, liderada pela região metropolitana de Curitiba, seguida por São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

A Mata Atlântica está distribuída ao longo da costa atlântica do Brasil, atingindo áreas da Argentina e do Paraguai nas regiões Sudeste e Sul. De acordo com o Mapa da Área de Aplicação da Lei nº 11.428, a Mata Atlântica abrangia originalmente 1.315.460 km2 no território brasileiro.

Seus limites originais contemplavam áreas em 17 Estados: Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Paraíba, Sergipe, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Nessa extensa área, vivem atualmente mais de 62% da população brasileira, ou seja, com base no Censo Populacional 2007 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), são mais de 112 milhões de habitantes em 3.222 municípios, que correspondem a 58% dos existentes no Brasil.

Destes, 2.594 municípios possuem a totalidade dos seus territórios dentro da Mata Atlântica e mais 628 municípios estão parcialmente inclusos, conforme dados extraídos da malha municipal do IBGE (2005). Esta é uma das principais razões para a Mata Atlântica ser o habitat natural brasileiro mais desmatado desde o descobrimento do Brasil.

A região sofreu com os impactos de diferentes ciclos de exploração, da concentração das maiores cidades e núcleos industriais e da alta densidade demográfica, entre outros motivos,que fizeram com que a vegetação natural fosse reduzida drasticamente.

Atualmente há apenas 7,9% (101.779 km2) de remanescentes mais preservados em áreas acima de 100 hectares. Esse total desconsidera a área do bioma Mata Atlântica do estado do Piauí, que até o momento não foi mapeado. Bioma é um tipo específico de ecossistema, que inclui vegetação e animais específicos em uma certa região, no caso, a Mata Atlântica.

Da área total do bioma Mata Atlântica, 1.315.460 km2, foram avaliados pelo estudo 1.288.989 km2, o que corresponde a 98%.

Foram analisados os Estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo. Dos 17 Estados abrangidos total ou parcialmente no bioma Mata Atlântica, o único não avaliado foi o Piauí, cujos dados não puderam ser incluídos ainda pela indefinição de critérios de identificação das formações florestais naturais do bioma naquele Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários:

Lembramos que não somos responsáveis por nenhum evento/produto que por ventura esteja sendo mencionado. O que está escrito na caixa de comentários é gerado pelos próprios usuários e expressam suas próprias opiniões. Reservamos-nos ao direito de apagar qualquer comentário, sem aviso prévio, caso julguemos necessário para o bom funcionamento desse blog.

APOIO