Autores

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
AULA PARTICULAR DE INFORMÁTICA INICIANTES E 3ª IDADE. Aulas em domicilio e on-line, totalmente práticas. Aprenda Word, Excel, Internet, Enviar e receber e-mail, Facebook, Skype e muito mais. Área de Atendimento:Zona Sul RJ Para confirmar disponibilidade do local e horários entre em contato: 21 96853-2720

Aluguel apto de 1 e 2 quartos temporada Copacabana.

Meus anúncios na OLX

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Preço do metro quadrado no Leblon ultrapassa barreira dos R$ 14 mil pela primeira vez

Em pouco mais de três anos, mercado imobiliário carioca ficou 120% mais caro.




Os preços dos imóveis no Rio de Janeiro continuam em franca expansão. Em três anos, o valor médio do metro quadrado na cidade ficou 120% mais caro, de acordo com o índice FipeZap divulgado nesta quarta-feira (04) pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) em parceria com o portal Zap Imóveis.
  O Leblon (na zona sul) apresentou o metro quadrado mais caro do país. Pela primeira vez, o valor foi superior a R$ 14 mil, isso quando se considera separadamente os bairros de cada capital pesquisada.
  Quando considerados os valores médios, Brasília e os municípios ao seu redor ficam na dianteira, pois possuem o metro quadrado mais caro do país em valor absoluto. No Distrito Federal, o metro sai por R$ 7.592, em média. Na segunda colocação do ranking de preços está o Rio de Janeiro, onde o metro custa, em média, R$ 6.380.
  No mês de maio, segundo o indicador, os bairros mais caros do Rio de Janeiro foram Leblon – cujo metro quadrado médio custava R$ 14.481 – seguido por Ipanema (metro quadrado negociado a R$ 13.682), Lagoa (R$ 11.584) e Gávea (R$ 10.426). Pela primeira vez o charmoso bairro da Urca (R$9.666) ultrapassa o Leme (R$ 9.123) e fica entre as cinco primeiras colocações. Todos na zona sul da capital fluminense.
   Por outro lado, os metros quadrados mais baratos da cidade estão localizados e na Pavuna (R$ 1.204), Coelho Neto (R$ 1.097), Anchieta (R$ 1.011), Padre Miguel (R$ 957) e Guadalupe (R$ 795). Com exceção de Padre Miguel, localizado na zona oeste, todos os outros bairros ficam na zona norte do Rio de Janeiro.

Preços no Brasil

A valorização do mercado imobiliário brasileiro em maio foi de 2,6%, quando comparado ao mês de abril. Essa taxa é a ligeiramente inferior à registrada em abril, quando o índice subiu 2,7%, mas os patamares em algumas capitais pesquisadas continuam elevados, de acordo com o FipeZap.

No acumulado dos últimos 12 meses (de maio de 2010 a maio de 2011), a maior variação ocorreu no Rio de Janeiro (+44%). Em seguida, aparecem Belo Horizonte (+28%), São Paulo (+27%) e Fortaleza (+14%). No ano, na análise dos últimos cinco meses, o Rio de Janeiro também lidera a alta (+16%), seguido de Belo Horizonte (+14%) e Recife (+12%).

O preço médio do metro quadrado em maio de 2011 ficou entre R$ 7.592 (Distrito Federal) e R$ 3.425 (Salvador). Em São Paulo, foi de R$ 5.313 e no Rio de Janeiro, R$ 6.380. Na média das sete regiões, o valor do metro quadrado anunciado foi de R$ 5.471.


Fonte: R7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários:

Lembramos que não somos responsáveis por nenhum evento/produto que por ventura esteja sendo mencionado. O que está escrito na caixa de comentários é gerado pelos próprios usuários e expressam suas próprias opiniões. Reservamos-nos ao direito de apagar qualquer comentário, sem aviso prévio, caso julguemos necessário para o bom funcionamento desse blog.

APOIO