Autores

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
AULA PARTICULAR DE INFORMÁTICA INICIANTES E 3ª IDADE. Aulas em domicilio e on-line, totalmente práticas. Aprenda Word, Excel, Internet, Enviar e receber e-mail, Facebook, Skype e muito mais. Área de Atendimento:Zona Sul RJ Para confirmar disponibilidade do local e horários entre em contato: 21 96853-2720

Aluguel apto de 1 e 2 quartos temporada Copacabana.

Meus anúncios na OLX

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Antiga fábrica da Brahma, ao lado do Sambódromo, será implodida no próximo domingo



A Prefeitura do Rio e a Ambev montaram um esquema especial para a implosão da antiga fábrica da Brahma, ao lado do Sambódromo, no centro do Rio de Janeiro, que acontece no próximo domingo (5), às 8h. Por uma questão de segurança, os moradores dos imóveis localizados na região de segurança máxima – um raio de 150 metros que abrange a rua Benedito Hipólito e a avenida Salvador de Sá, a partir da rua Carmo Neto – deverão deixar as suas casas antes das 7h de domingo e seguirem para um lugar seguro até o término da implosão e a liberação da área pela Defesa Civil, prevista para as 8h30.

Desde a última segunda-feira (30), agentes da prefeitura estão visitando moradores e comerciantes e distribuindo panfletos informativos sobre a operação especial para a população do entorno da Passarela do Samba. No domingo, 20 técnicos da Defesa Civil vão trabalhar na inspeção, varredura e isolamento do entorno, garantindo a segurança dos moradores e das pessoas que circulam pelo local, além de ajudar na retirada de quem tiver dificuldade de locomoção.

Sinais sonoros serão acionados para alertar a população local sobre os preparativos e o início da implosão. As sirenes vão soar em cinco momentos distintos:

- Primeiro sinal - 7h30: bloqueio total das vias

- Segundo sinal - 7h50: inspeção final da área evacuada por agentes da Defesa Civil

- Terceiro sinal - 7h55: toque de atenção

- Quarto sinal - 8h: implosão

- Quinto sinal - liberação da área após checagem dos técnicos (previsão: 8h30)

Trânsito

O estacionamento fica proibido das 14h de sábado (4) até as 9h de domingo, em 28 pontos da região. Para garantir a segurança dos motoristas, 12 ruas e avenidas serão interditadas a partir das 6h30 de domingo até o término dos trabalhos da implosão. O elevado 31 de Março e o túnel Santa Bárbara fecharão ao tráfego às 7h30.
A partir desta quinta-feira (2), dez painéis de mensagens variáveis fixos e seis móveis espalhados pela cidade vão orientar os motoristas quanto ao fechamento das vias. No domingo, 65 agentes de trânsito – entre guardas municipais e agentes da Cet-Rio (Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio) – estarão no local para orientar os motoristas e desviar o trânsito. As ruas interditadas e com proibição de estacionamento estão discriminadas na lista abaixo.

Metrô

A linha 1 do metrô será interrompida por 20 minutos, entre 7h50 e 8h10 de domingo, nas estações Central do Brasil, Praça Onze e Estácio. O acesso à estação Praça Onze será fechado às 7h30 e só será reaberto aos usuários às 8h10. A linha 2 funcionará normalmente.

Limpeza

Após a implosão, 12 equipes da Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana), totalizando 40 homens, farão a limpeza da área com o apoio de um caminhão pipa. A equipe de emergência da companhia também estará de sobreaviso para qualquer eventualidade.

A obra

A demolição da antiga fábrica da Brahma faz parte do projeto de ampliação do Sambódromo e dará lugar a novas arquibancadas e camarotes. Custeada pela Ambev, a intervenção vai resgatar o projeto original de Oscar Niemeyer, que previa um equilíbrio entre os dois lados da Marquês de Sapucaí. Além disso, a reforma atende também ao compromisso da cidade com os Jogos Olímpicos de 2016 e prevê adaptações para a realização das provas de maratona (chegada) e tiro com arco.

A obra inclui a demolição do antigo prédio da Brahma e do setor 2 (camarotes) para dar lugar a quatro novos blocos com arquibancadas, camarotes e frisas similares aos existentes do outro lado da Passarela do Samba. Com a ampliação, a capacidade de público do Sambódromo vai de 60 mil para 77.688 pessoas.

Cada novo bloco construído terá uma arquibancada para 2.880 pessoas, 48 camarotes para 576 pessoas e frisas, no térreo de cada bloco, com capacidade para 1.194 expectadores. Serão construídos também quatro blocos intermediários, cada um com 5 camarotes para 60 pessoas. Na obra estão previstos ainda a construção de acessos para portadores de deficiências, postos médicos, sala de segurança, áreas de serviço e um espaço para os jurados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários:

Lembramos que não somos responsáveis por nenhum evento/produto que por ventura esteja sendo mencionado. O que está escrito na caixa de comentários é gerado pelos próprios usuários e expressam suas próprias opiniões. Reservamos-nos ao direito de apagar qualquer comentário, sem aviso prévio, caso julguemos necessário para o bom funcionamento desse blog.

APOIO